Artigo - Esquizofrenia Musical, Cultural ou Covardia? - Por Anderson do Pife - Blog do Edvaldo Magalhães

7 de agosto de 2017

Artigo - Esquizofrenia Musical, Cultural ou Covardia? - Por Anderson do Pife


Na tarde do domingo, 06, de agosto de 2017, o Sr. Sebastião Biano, 98 anos, Líder de um dos Grupos Musicais Tradicionais em atuação mais antigos do Mundo, conhecido como o Beatle de Caruaru por suas inovações musicais e por ser o músico vivo que mais cantou e tocou a cidade de Caruaru, foi Homenageado nos 82 anos de Piraporinha, cidade do interior de São Paulo, por serviços prestados a Cultura Popular Brasileira.

Ano  passado o Mestre foi reconhecido enquanto Cidadão de Caruaru, ( detalhe, aos 97 anos de idade e 91 anos executando o instrumento "o Pife", que dá suporte a origem da Identidade Cultural do Agreste de Pernambuco, mais especificamente da cidade de Caruaru), pois é, incrivelmente com quase "UM SÉCULO" de serviço prestado, vem os integrantes da Banda de Pífanos de Caruaru receberem o título de CIDADÃOS CARUARUENSES (sendo um deles o Sr. Mestre Benedito Biano, In Memorian), uma propositura do Vereador Leonardo Chaves, que foi "conduzido" à tal feito por meio do coordenador da Casa do Pife (Anderson do Pife), que levou o Mestre e o seu sobrinho João Biano, também integrante da Banda de Pífanos de Caruaru de surpresa até a Casa  José Carlos Florêncio "A Casa do Povo", para uma visita inesperada com gostinho de:
- Lembra de Mim?
E no dia de hoje, em outro lugar, por outras pessoas, o Nosso Grão Mestre novamente é homenageado.
Será que o teremos por muito tempo, ou pelo menos pelo tempo suficiente para não termos uma Homenagem Póstuma a esse Ser Iluminado que traduz com Maestria o Dom Divino da Música Caruaruense para o Mundo?

Espero que os FATOS não caracterizem o REPETIR DE UMA TRISTE HISTÓRIA!!!

Salve a Arte Popular!
Salve Sebastião Biano!
Salve a Cultura Popular!
Salve o Pífano!

*Anderson do Pife - músico e membro do Conselho Municipal de Política Cultural de Caruaru - Representante da Cadeira de Cultura Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário