Equador foi a vítima da 9ª vitória consecutiva do Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas - Blog do Edvaldo Magalhães

1 de setembro de 2017

Equador foi a vítima da 9ª vitória consecutiva do Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A Copa do Mundo de 2018 já começou para o Brasil. No primeiro jogo após garantir a vaga para o Mundial da Rússia, a Seleção Brasileira manteve a arrancada e dominou o Equador na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Nesta quinta-feira (31), a equipe comandada por Tite superou os equatorianos por 2 a 0 e emendou a nona vitória consecutiva nas Eliminatórias Sul-Americanas.
Com a vitória, o Brasil garantiu a primeira posição do torneio classificatório com 36 pontos, restando três rodadas para o fim da competição. O próximo adversário será a Colômbia na terça-feira (5), às 17h30 (horário de Brasília), em Barranquilla, na Colômbia.
O JOGO
Superior desde o início, com mais posse de bola, o Brasil foi para cima do Equador. Logo aos sete minutos, Paulinho levou vantagem na jogada individual, invadiu a área, finalizou cruzado e obrigou Banguera a espalmar para escanteio. Aos nove, Willian também levou perigo em chute colocado que passou rente à trave. Priorizando a defesa, o Equador apostou no jogo aéreo, mas pouco assustou a meta brasileira. Aos 33 minutos, Gabriel Jesus teve a chance de marcar, mas Banguera evitou o gol. No minuto seguinte, Casemiro arriscou de longe e quase surpreendeu.
A Seleção Brasileira seguiu controlando as ações na etapa final e quase abriu o placar aos 13 minutos com Gabriel Jesus. Após cruzamento de Daniel Alves, o camisa 9 cabeceou para grande defesa de Banguera, que salvou o Equador novamente. Aos 22, após triangulação com Coutinho e Gabriel Jesus, Neymar invadiu a área, cortou o marcador e chutou de esquerda por cima do gol. No minuto seguinte, o primeiro gol brasileiro saiu com Paulinho. O meia aproveitou cobrança de escanteio e fuzilou para abrir o placar: 1 a 0. O segundo veio aos 30 minutos. Coutinho lançou Gabriel Jesus, que driblou o zagueiro e devolveu para o camisa 11 fechar o marcador: 2 a 0.
BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Miranda (Thiago Silva), Marquinhos e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto (Philippe Coutinho); Willian (Luan), Neymar e Gabriel Jesus. Técnico: Tite


Fonte: CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário