Território Vivo reuniu lideranças empresariais e do poder público em Caruaru - Blog do Edvaldo Magalhães

15 de setembro de 2017

Território Vivo reuniu lideranças empresariais e do poder público em Caruaru

Fotos: Arnaldo Félix

Nessa quinta-feira (14), Caruaru sediou o primeiro encontro do Território Vivo – Rede Caruaru. O projeto, que objetiva aproximar pessoas e instituições para construir coletivamente uma agenda de trabalho e planejamento para o desenvolvimento das regiões, já visitou três áreas de Pernambuco – Rede Arcoverde, Rede Salgueiro e Rede Afogados da Ingazeira. Esse primeiro encontro corresponde a Rede Caruaru Polo 10, que compreende os municípios do polo de confecções do Agreste.  “O grande objetivo desse trabalho é ajudar na governança do território, juntando todas as ideias da inteligência local para desenvolver um plano de ação que integre os municípios envolvidos”, explicou Fernando Clímaco, gestor de políticas públicas do Sebrae, órgão que está à frente do Território Vivo.



Participaram do encontro representantes das cidades do polo dez, além de membros das secretarias de Desenvolvimento Econômico e Economia Criativa (Sedeec), Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural (Suder), Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru (FCTC), ACIC, FIEPE, CDL, Sindloja, Asces-Unita, Devry/Unifavip, UFPE, IFPE, ITEP, Armazém da Criatividade, Polo Comercial, e, ainda, lideranças empresariais, artesãos e agricultores. “Com esse trabalho, a gente vai pensar em como melhorar o ambiente de negócios, gerando emprego e renda, o que vai ter impacto direto na qualidade de vida da população”, concluiu Ana Carolina Beltrão, secretária executiva de Desenvolvimento Econômico e Economia Criativa de Caruaru.




Entenda o projeto - A Rede Caruaru é formada por quase 30 municípios da região, tendo Caruaru como a Capital Regional do Agreste. Fazem parte do Polo 10 as cidades de Toritama, Santa Cruz do Capibaribe, Surubim, Cupira, Agrestina, Brejo da Madre de Deus, Riacho das Almas, Vertentes e Taquaritinga do Norte. O grupo de municípios por região é selecionado com base no Estudo Pernambuco em Rede – Agência Condepe/Fidem (2012), que analisa as relações de influência entre os municípios do estado. Nesse trabalho, Caruaru foi classificada como Capital Regional, assim como Petrolina/Juazeiro. Segundo o Estatuto da Cidade (2015), os critérios para a delimitação de uma região de influência de uma Capital Regional, que são adotados pelo IBGE, consideram os bens e serviços ofertados pela cidade à região, o que abrange produtos industriais, educação, saúde, serviços bancários, comércio e empregos. Dessa forma, Caruaru e os municípios que farão parte do evento, por estarem ligados à Capital Regional pelo consumo de bens e serviços, fazem parte do que é chamado Rede Caruaru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário