Rivaldo Soares analisa gestão Raquel Lyra - Blog do Edvaldo Magalhães

22 de outubro de 2017

Rivaldo Soares analisa gestão Raquel Lyra


Como cidadão a gente enxerga melhor.
Como já é do conhecimento público, resolvi deixar a política eleitoral e partidária. Não é minha pretensão disputar mais eleições. Mas isso não impedirá que eu possa opinar em questões que dizem respeito à vida em minha cidade, em meu estado e em meu país.
Posto isso, quero opinar sobre o que vem ocorrendo em Caruaru. Estou vendo, de fora, que velhos inimigos políticos se uniram para fazer oposição à prefeita que ascendeu ao poder, em Caruaru. Todos estão juntos para destruir a possibilidade de uma mulher administrar uma cidade do tamanho de Caruaru. E o povo, levado pela contra-propaganda da oposição, muitas vezes embarca nessa onda anti-Raquel.
Mas vejamos alguns pontos que consegui identificar como positivos, mesmo sem estar ligado à cena política no município:
A muriçoca, que no governo anterior era uma praga constante, pelo menos no meu bairro, o Indianópolis, foi extirpada pela atual administração. O rio Ipojuca está tendo suas margens limpas, evitando os focos do mosquito. Pouco tem se falado em dengue.
As avenidas estão sendo capinadas e a limpeza pública melhorou substancialmente, tendo alguns problemas de entulhos na periferia, que vêm de tempos passados, mas que podem ser resolvidos com mais constância na coleta e orientação aos que colocam lixo nas ruas.
O primeiro grande evento, o São João, foi realizado a contento, com problemas ainda persistindo no pagamento de alguns artistas da terra, o que não deveria ocorrer. Isso ainda é uma herança do passado que deve ser extirpada. Outro ponto positivo da atual gestão foi a derrubada daquela cidade de papelão que existia próximo à Estação, que servia como ponto para assaltos, drogas estupros. Creio que um belo jardim deve ser feito no local, mudando o aspecto degradante daquela importante área central de Caruaru.
Algumas creches já surgem, na prática, usando o modelo de Petrolina. Aluguel de algumas casas de classe média, para dar aos filhos dos mais pobres o direito à primeira educação, sem precisar esperar pelas demoradas construções, que se arrastam por toda uma gestão, como ocorreu no governo anterior.
Há uma expectativa de reforma no Parque 18 de Maio, com o anúncio de investimentos na ordem dos R$ 9 milhões, dando esperança de a Feira da Sulanca receber melhorias e voltar a ser a principal feira do Polo de Confecções do Agreste. Aliás, o prefeito anterior prometeu organizar a feira e o que fez foi agravar a desorganização e botar a Destra para multar os veículos dos compradores, espantando-os para outros polos de compras. Não nos custa lembrar que o ex-prefeito mais elogiava Santa Cruz do Capibaribe do que a nossa Caruaru. Foi um garoto-propaganda da feira de lá. Pelo menos, agora, temos esperança de melhorias na feira.
Há ainda muita deficiência na iluminação pública, mas devemos nos lembrar que a administração anterior demorou a assumir a obrigação de administrar esse setor, deixando diversos bairros sem a devida assistência, o que espero seja superado pela atual gestão. Não concordo com as entradas de Caruaru com as luzes das BRs 232 e 104 apagadas. É um absurdo que a atual gestão não pode continuar. Tem que resolver urgentemente e antes do final do ano, época de recebermos milhares de pessoas que vêm às compras.
De modo geral, não ouvimos muitas reclamações na Saúde pública como ouvimos na primeira gestão do prefeito anterior, quando os médicos fizeram uma greve geral que durou os primeiros seis meses da gestão e foi um gargalo para o ex-preito, só apaziguado no final do segundo governo. Podemos dizer que na Saúde o atual governo vive em paz.
A população deve ficar atenta aos opositores de plantão. Eles não querem o bem da comunidade, não defendem os interesses do povo pois, quando governaram, tiveram a oportunidade de mudar a situação lastimável de alguns setores, e não o fizeram. O interesse deles é retomar o poder maior.
Vamos dar uma oportunidade não a Raquel, mas a Caruaru, de ter um governo que tenha tempo para planejar e realizar uma grande obra administrativa em nossa cidade. É o que espero e acredito. Equipe ela tem, para isso. O tempo dirá.
Caruaru, 22 de outubro de 2017.
Rivaldo Soares

Nenhum comentário:

Postar um comentário