Cesta básica de Caruaru continua apresentando queda - Blog do Edvaldo Magalhães

13 de novembro de 2017

Cesta básica de Caruaru continua apresentando queda


Alunos dos cursos de Ciências Contábeis e Gestão Financeira do Centro Universitário Vale do Ipojuca do Centro Universitário do Vale do Ipojuca (DeVry|Unifavip) realizaram o levantamento do custo da cesta básica em Caruaru no mês de outubro de 2017. O resultado da pesquisa mostrou que o valor da cesta caruaruense continua apresentando queda no seu valor total, como demonstrado desde agosto. Entre os itens que mais influenciaram essa redução, estão a banana (-10,75%), a farinha (-9,59%), o tomate (-9,30%) e o leite (7,65%). Já entre os itens que apresentaram alta nesse período, estão o café (-11,44%), o óleo (-4,6%), o arroz (-4%) e a carne (-2,9%).  O trabalho seguiu a metodologia do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos).

No total, o custo da alimentação básica em Caruaru no mês de outubro foi de R$ 235,20, que representa o menor valor dos últimos 12 meses. O custo permanece menor que a da cesta básica de Recife, apresentando diferença de R$ 90.86 nesse período. O levantamento também concluiu que comprar em supermercados continuou sendo a opção mais barata para os caruaruenses. Em média, o cidadão de Caruaru gastaria, nos supermercados, menos R$ 0,27 comparando com os preços dos mercadinhos.

Para poder pagar pelo valor do custo total da cesta básica em Outubro, a pesquisa mostrou que o trabalhador assalariado de Caruaru precisou trabalhar 58 horas e 48 minutos. Por fim, o levantamento também concluiu que considerando o salário mínimo líquido mensal, o trabalhador de Caruaru desembolsou27,28% da sua renda apenas com as despesas de alimentação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário