Pesquisa revela que faltam médicos em Pernambuco - Blog do Edvaldo Magalhães

30 de março de 2018

Pesquisa revela que faltam médicos em Pernambuco


Pesquisa Demográfica Médica 2018 revela estrutura física precária e falta de investimento na carreira, ou seja, falta de médicos para suprir as demandas do Sistema Público de Saúde em Pernambuco. O levantamento mostra que no Estado há 16.381 médicos para atender uma população de quase 9 milhões e meio de habitantes.
De acordo com a pesquisa feita pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com o apoio institucional do Conselho Federal de Medicina (CFM) e do Conselho Regional de Medicina de São Paulo, em Pernambuco, são 54,2% de especialistas para 45,8% generalistas, o que dá uma razão de 1,18 especialista para cada generalista. Os homens são 50,4% dos profissionais e as mulheres, 49,6%. A idade média dos profissionais é de 45,4 anos, com um tempo de formação médio de 19,5 anos.
A Secretaria Estadual de Saúde afirmou que esse “é um problema complexo, mas que não é exclusividade em Pernambuco”. Segundo o comunicado, “a solução deste problema perpassa por outras esferas de gestão, já que a estratégia de expansão das escolas de medicina não é uma prerrogativa dos governos estaduais, mas sim do Governo Federal.
Em Caruaru, o Hospital Regional do Agreste (HRA) continua enfrentando problemas com a superlotação, principalmente nos fins de semana. Os pacientes recebem atendimento nos corredores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário