Ex-presidente Lula negocia com a Polícia Federal para se entregar e defesa vai ao STF para tentar impedir prisão - Blog do Edvaldo Magalhães

6 de abril de 2018

Ex-presidente Lula negocia com a Polícia Federal para se entregar e defesa vai ao STF para tentar impedir prisão

Foto: Reprodução/TV Globo

Terminou às 17h desta sexta-feira (06) o prazo estabelecido pelo juiz Sérgio Moro para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se entregasse à Polícia Federal. O petista iniciou as negociações com a PF para se entregar. A Polícia Federal decidiu que não há condições de cumprir o mandado de prisão na noite desta sexta-feira (06). Será celebrada uma Missa pela memória de dona Marisa, às 9h deste sábado (07), em seguida Lula deve fazer um discurso e se entregar.
O delegado da PF, Igor Romário de Paulo, disse que Lula tem que ser levado para Curitiba, inicialmente. Na sequência, pode ser mobilizado para outro lugar. Ele disse também que a prioridade é evitar qualquer tipo de conflito.
A negociação entre o PT e a PF é para que a polícia vá até a sede do Sindicato dos Metalúrgicos para levar Lula preso. Os sindicalistas garantiriam a entrada da PF no sindicato para que ela cumpra a decisão judicial.
A defesa do ex-presidente Lula recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar impedir sua prisão. O relator do pedido é o ministro Edson Fachin.
Em São Bernardo do Campo, São Paulo, militantes aplaudiram Lula que apareceu às 18h em uma sacada do Sindicato dos Metalúrgicos. Ele não deixou o prédio nem discursou para o público.
Manifestantes fazem atos de apoio ao ex-presidente em vários Estados. Em Caruaru, a manifestação teve concentração na Avenida Rui Barbosa. Cerca de 200 pessoas participam do ato. Os manifestantes seguiram em passeata pelas ruas do centro da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário