Operação das Forças de Segurança desobstrui vias no entorno do Porto de Suape - Blog do Edvaldo Magalhães

30 de maio de 2018

Operação das Forças de Segurança desobstrui vias no entorno do Porto de Suape

Foto: PMPE/Divulgação

Cumprindo determinação judicial, as Forças de Segurança de Pernambuco realizaram, na madrugada desta quarta-feira (30), uma operação que desmobilizou os pontos de bloqueio montados pelos caminhoneiros na BR-101 Sul (altura da Vitarella) e na Avenida Portuária. Com isso, está sendo normalizado o transporte de combustível, por meio de caminhões-tanque, do Porto de Suape para as redes de postos do Estado.
A operação contou com a participação de 332 homens das polícias Militar, Civil, Científica, do Corpo de Bombeiros Militar e apoio do Grupamento Tático Aéreo, sob coordenação do governador Paulo Câmara, diretamente do Gabinete de Crise instalado no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR). A desobstrução foi pacífica, após conversa com os manifestantes, e as polícias permanecerão monitorando e ocupando essas vias para garantir o fluxo.
“Essa foi uma operação planejada de nossas forças policiais, bem sucedida, que não teve nenhum conflito. E que vai assegurar o ir e vir do transporte de combustível, de gás de cozinha e de outras mercadorias para abastecer todo o nosso Estado. Contamos com o apoio da Justiça Federal, da Justiça do Estado, do Ministério Público, que nos ajudaram a ter esse desfecho que é importante para a população pernambucana, que vinha sofrendo com o desabastecimento. Vamos continuar trabalhando ao longo do dia de hoje e dos próximos dias para que tudo volte ao normal, no Interior do Estado e na Região Metropolitana, retomando a nossa rotina”, avaliou o governador Paulo Câmara.
O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, também comentou a operação. “Foi cirúrgica e rápida, do planejamento à execução, e concluída sem uso de força. Aguardamos o momento certo e empregamos Choque, Rocam, Bope, Gati, Radiopatrulha, Batalhão de Trânsito, delegados, agentes e escrivães da Polícia Civil, além dos bombeiros caso houvesse algum incidente com fogo”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário