Protesto em Caruaru de caminhoneiros contra o aumento no preço dos combustíveis - Blog do Edvaldo Magalhães

21 de maio de 2018

Protesto em Caruaru de caminhoneiros contra o aumento no preço dos combustíveis

Fotos: WhatsApp/Cortesia

A paralisação dos caminhoneiros, acontece em todo Brasil, começou  pela manhã e se estende nesta tarde de segunda-feira (21). Alguns atos bloqueiam pistas em rodovias do país contra a alta nos preços dos combustíveis. Os protestos nas rodovias foram anunciados sexta-feira (18) pela Associação Brasileira de Caminhoneiros (ABCam) e pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA).


Em Caruaru, o protesto acontece neste momento na BR-104, nas proximidade do Terminal Rodoviário, gerando um congestionamento quilométrico.


Os 3.700 cegonheiros ligados ao Sindicato Nacional dos Cegonheiros (SINACEG) aderiram ao movimento de paralisação dos caminhoneiros e não saíram dos pátios das distribuidoras.

“O diesel representa 40% do valor do frete. Há dois anos os reajustes ficaram muito abaixo das necessidades como forma de colaborar com a retomada do setor automotivo, mas a conta não fecha. A situação está insustentável e o governo não tem sido sensível ao transportador de carga rodoviária”, explica Jaime Ferreira dos Santos, presidente do SINACEG.

Como a paralisação é por tempo indeterminado, os cegonheiros ainda não contabilizam os prejuízos para categoria, mas sabem que a postura da Petrobras pode desencadear uma inflação difícil de administrar.

“Não está entre as estratégias da categoria manifestações nas rodovias. Os cegonheiros estão parados nos pátios distribuídos em todo país. O pátio do Sindicato em São Bernardo do Campo já está lotado”, diz Jaime Ferreira dos Santos.


Os preços do diesel e da gasolina voltam a subir nas refinarias a partir desta terça-feira (22). A gasolina subirá 0,9% e o diesel 0,97%. Ao longo do mês de maio, o preço da gasolina subiu 16,07%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário