3ª Edição do Chá Trans em Caruaru, voltado para mulheres transexuais e travestis - Blog do Edvaldo Magalhães

17 de agosto de 2018

3ª Edição do Chá Trans em Caruaru, voltado para mulheres transexuais e travestis


A Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), da Prefeitura de Caruaru, realiza na próxima segunda-feira (20), às 14h, a terceira edição do Chá Trans. O encontro voltado para mulheres transexuais e travestis de Caruaru e região será realizado no auditório da SPM, e irá abordar, nesta edição, o tema: “A Vanguarda e o Protagonismo das Pessoas Trans e suas Histórias”. A atividade é aberta ao público e diversas palestrantes confirmaram presença, entre elas, a auxiliar técnica da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Fernanda Falcão, coordenadora LGBT no estado.

Também contribuirão com o evento, a conselheira do Conselho Nacional de Direitos da Mulher, Chopelly Santos, a técnica em Direitos Humanos da Secretaria de Educação de Pernambuco, Dayvi Santos, a representante da Articulação e Movimento de Travestis e Transexuais de Pernambuco (AMOTRANS), Lilian Fonthinelly, a representante da União da Juventude Socialista (UJS) e do Coletivo Lutas e Cores, Sofia Fragoso, e a representante da Associação de Travestis e Transexuais de Caruaru (ATRACA), Fernanda Kiss da Silva. As associadas da AMAS (Associação de LGBT da Mata Sul de Pernambuco), da cidade de Palmares, também se farão presentes.

O Chá Trans é realizado a cada dois meses pela coordenadora de Políticas para Mulheres Trans, da SPM, Stephane Fechine, e consiste numa roda de diálogo que aborda temas variados sob os aspectos do protagonismo, atuação, direitos e deveres das mulheres transexuais e transgêneros do município, entre outros assuntos relevantes para o segmento de pessoas trans de Caruaru e região. O primeiro encontro aconteceu no dia 14 de maio deste ano, em alusão ao Dia do Orgulho de ser Travesti e Transexual, celebrado em 15 de maio. A última ação foi em 19 de junho, quando se falou sobre os riscos do silicone industrial para a saúde das pessoas trans.


Nenhum comentário:

Postar um comentário