Preso resgatado de dentro da viatura do sistema prisional, após audiência em Caruaru - Blog do Edvaldo Magalhães

16 de agosto de 2018

Preso resgatado de dentro da viatura do sistema prisional, após audiência em Caruaru

Fotos: Reprodução/WhatsaApp

Um detento foi resgatado na manhã desta quinta-feira (15), após voltar de uma audiência, em um trecho da PE-60, entre os municípios de Vitória de Santo Antão e Glória do Goitá, na Zona da Mata de Pernambuco. Outros dois detentos estavam na viatura da Secretária de Ressocialização do Estado (Seres). De acordo com as informações do 21º Batalhão da Polícia Militar (BPM), por volta das 8h40, a viatura foi interceptada por quatro homens armados em dois veículos. Os detentos estavam sendo escoltados para o Presídio Dr. Enio Pessoa Guerra, em Limoeiro, no Agreste do estado. Durante a abordagem, o preso Geovane Barbosa Leite, de 33 anos, que cumpria pena por homicídio, foi retirado da viatura. As armas dos agentes penitenciários foram roubadas. A PM foi acionada por populares.  


O grupo fugiu em direção ao Vitória Park Shopping, onde abandonaram os dois veículos e continuaram a fuga em outro carro, que já estava esperando no local. A PM acredita que o grupo seguiu em direção à Caruaru.   A Polícia Civil está investigando o caso.  



Nota à imprensa – Resgate de detento

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, informa que todas as autoridades competentes já foram acionadas para atuar na recaptura do detento Geovane Barbosa Leite, 33 anos, resgatado na manhã desta quinta-feira (16/08), entre os municípios de Vitória de Santo Antão e Limoeiro, no Agreste do Estado, quando voltava de uma audiência realizada em Caruaru.

O gestor considera o fato de grande gravidade e assegura que as forças policiais e o núcleo de inteligência da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) não cessarão até que o foragido seja reconduzido à unidade prisional e que os seus comparsas sejam identificados e punidos com rigor. A Seres também abrirá um procedimento administrativo para apurar o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário