Setembro Amarelo: Evento gratuito sobre suicídio e perspectivas psicológicas em Caruaru - Blog do Edvaldo Magalhães

26 de setembro de 2018

Setembro Amarelo: Evento gratuito sobre suicídio e perspectivas psicológicas em Caruaru


O curso de Psicologia da Faculdade UNINASSAU Caruaru realiza nesta sexta-feira (28), um evento sobre o suicídio e que faz parte das atividades da campanha do ‘Setembro Amarelo’. Com o tema central "Suicídio: a dor da alma nas principais perspectivas psicológicas’’, o evento será realizado a partir das 19h, no auditório da Faculdade, e reunirá também os estudantes dos cursos de Serviço Social e Pedagogia. A atividade é aberta ao público em geral e as inscrições são gratuitas e podem ser feitas no horário e no local do evento.  

Serão abordadas três temáticas específicas. A primeira será em torno da ‘’Visão Psicanalítica do suicídio’’, a ser ministrada pelo professor Edson Leandro, mestre em Educação, Culturas e Identidades; Psicopedagogo; Especialista em Ensino de História e Novas Tecnologias; Psicanalista e Historiador. A segunda temática será sobre ‘’O Suicídio segundo a abordagem Fenomenológica’’, ministrada pela psicóloga Wanessa de Melo, que atua na Divisão de Assistência Psicológica da Polícia Civil de Pernambuco. Por último, ainda haverá a abordagem sobre o tema ‘’O Centro de Valorização à Vida (CVV) e o acolhimento à Ideação suicida’’, que será feita pela psicanalista e psicopedagoga, Élida Medeiros Canuto.

Para o coordenador do curso de Psicologia da UNINASSAU Caruaru, professor Carlos Mendonça, apesar dos diversos fatores que podem levar uma pessoa a cometer suicídio, os principais motivos desencadeadores ainda são conflitos emocionais e psíquicos. “Discutir a prevenção desse inquietante fenômeno, em nível de academia, certamente oportuniza preparação para o enfrentamento dessa problemática”, afirma.  

Sobre o Setembro Amarelo

Iniciado no Brasil pelo Centro de Valorização da Vida, Conselho Federal de Medicina e a Associação Brasileira de Psiquiatria, o “Setembro Amarelo” realizou as primeiras atividades no ano de 2014, concentradas em Brasília. Já em 2015, conseguiu uma maior exposição com ações em todas as regiões do país. Durante o mês, diversas ações de conscientização são realizadas em todo o Brasil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário