Ex-esposa e cunhado indiciados por morte de advogado em Caruaru - Blog do Edvaldo Magalhães

1 de outubro de 2018

Ex-esposa e cunhado indiciados por morte de advogado em Caruaru


A Secretaria de Defesa Social (SDS) através da Polícia Civil de Pernambuco, no âmbito do Pacto pela Vida, desencadeou na manhã desta segunda-feira 1º), a 52ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada Patronus, vinculada à Diretoria do Interior I - DINTER 1, sob a presidência do Delegado Rodolfo Barcelar.

A investigação teve início no mês de julho de 2018, com objetivo de prender integrantes de uma Associação Criminosa, voltada para a prática de homicídios, entre eles, o que vitimou o Advogado André Ambrósio Ribeiro Pessoa, fato ocorrido no último dia 12 de julho, no Loteamento Itamaraty, em Caruaru.

Durante a operação foram cumpridos mandados de prisão preventiva,  expedidos pela Juíza de Direito da  Vara do Tribunal da Comarca de Caruaru.

Na execução, foram empregados 38 Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães. Além disso, destacamos o apoio da Polícia Civil do Estado da Bahia e do Sergipe.

A Operação foi coordenada pela DINTER-1,  supervisionada pela Chefia de Polícia com assessoramento da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco - DINTEL.

Segundo informações da polícia, os mandantes do crime foram a ex-esposa Isadora Ferreira de Almeida (está presa) e o irmão dela José Isaac Ferreira de Almeida (foragido). Os executores foram Ramon Reis da Silva (está preso em Sergipe), José Jamerson de Sales (Jairzinho) e Emerson Henrique de Azevedo (Bê), os dois últimos estão foragidos.


Os motivos de Isadora seriam porque o advogado a teria perseguido após o fim do relacionamento e ameaçado denunciar supostos crimes que ela estaria envolvida. Segundo a polícia, ela também estaria envolvida em um esquema de lavagem de dinheiro.

 




Nenhum comentário:

Postar um comentário