Preso pela PMPE Jaime Amorim da direção nacional do MST - Blog do Edvaldo Magalhães

27 de outubro de 2018

Preso pela PMPE Jaime Amorim da direção nacional do MST




Informações da SDS


A Secretaria de Defesa Social esclarece fato ocorrido na manhã de hoje (27/10), no centro da cidade de Caruaru. Na ocasião policiais militares conduziram algumas pessoas a Delegacia de Polícia Civil por suposto envolvimento em discussão política entre eleitores de candidatos à Presidência da República.

De acordo com informações prestadas na Delegacia de Polícia, no final da manhã deste sábado, integrantes do MST, estavam abordando veículos para serem adesivados com a propaganda do candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) à Presidência da República. Em determinado momento, eles teriam forçado a adesivação num veículo particular onde os ocupantes não autorizaram o referido ato.

Em virtude da negativa, gerou-se uma confusão e uma pessoa teria sido agredida, momento em que uma guarnição da PMPE constatou o tumulto, conduzindo todos os envolvidos para a Delegacia local. 

Conduzidos ao plantão policial, nenhuma das partes manifestou desejo de representar criminalmente, sendo os ânimos apaziguados e o caso encerrado.

Ressaltamos, que não houve apreensão de nenhum material político (adesivos, bandeiras...) e que a condução ocorreu por ter havido agressões. Importante informar que o líder do movimento, Jaime Amorim, não foi preso sendo, apenas encaminhado à Delegacia, junto com as pessoas envolvidas na ocorrência.


Nota do 4º BPM

Na tarde deste sábado (27), por volta das 12h40, na frente do Grande Hotel, em Caruaru, policiais militares da Patrulha Rural do 4°BPM, foram solicitados por dois soldados do Exército Brasileiro, que se encontravam de folga e à paisana, os quais informavam que tinham acabado de serem agredidos por duas pessoas de camisa vermelha no referido local.

Os militares do EB informaram que pararam no sinal as duas motocicletas em que conduziam, quando resolveram entregar um adesivo do presidenciável Bolsonaro um para outro. Neste momento, aproximaram-se dos mesmos duas pessoas de camisas vermelhas, tendo um deles, agredido o mesmo, batendo em seu capacete.

As partes foram apresentadas na delegacia de Caruaru sem maiores problemas, tendo na delegacia sido identificado um dos indivíduos como sendo Jaime Amorim, líder do MST em Pernambuco.

Ocorrência em andamento.

*GEOVANI TC PM*
Cmt do 4°BPM



Nota do MST

“Jaime Amorim da direção nacional do MST foi detido pela polícia militar e levado para a delegacia da polícia federal em panfletagem no centro de Caruaru. Na atividade houve ameaças e agressões por parte de eleitores do outro candidato, se apresentando após a ameaça como um policial que não estava em serviço e que sacou uma arma direcionando-a para os militantes que estavam na atividade no centro da nossa cidade.

Estão querendo enquadrar como crime eleitoral para mantê-lo preso.

Além disso, um jovem de 17 anos do MST teve sua mão cortada por parte dos eleitores do Bolsonaro.

Direção Estadual do MST de Pernambuco”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário