Socioeducandos do Case Caruaru são inseridos em curso ofertado pelo IFPE - Blog do Edvaldo Magalhães

3 de outubro de 2018

Socioeducandos do Case Caruaru são inseridos em curso ofertado pelo IFPE



Mais uma parceria de bons resultados. É assim que o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Caruaru, uma das unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), comemora a inserção de cinco adolescentes no curso de Pedreiro de Alvenaria, ofertado pelo Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). A formação qualificará os alunos com aulas práticas e teóricas com o objetivo de desenvolver os conhecimentos necessários para adequar a alvenaria, os tipos de amarração, prumo, nível, esquadrejamento de terrenos, segurança, qualidade e economia, seguindo as especificações, normas e prazos estabelecidos em projeto.

As aulas acontecerão nas segundas e sextas-feiras, com uma carga horária de 60 horas/aula. A ideia é que os adolescentes deixem seu legado no IFPE, pois vão construir a área de treinamento para o curso de Segurança do Trabalho, além de saírem da instituição com certificados e aptos a ingressarem no mercado de trabalho. O curso foi formatado para atender a essa turma. “Já trabalhei como ajudante de pedreiro e, agora, vou me qualificar. Quando sair da unidade, pretendo seguir a profissão”, disse o socioeducando I.C. 

Para a diretora do IFPE Caruaru, Elaine Rocha, a parceria é importante por ampliar os horizontes dos adolescentes, ofertando-lhes novas oportunidades. “Acreditamos na ressocialização e na possibilidade que esses jovens têm para a sociedade. Ao mesmo tempo, percebo que precisamos avançar mais nas parcerias para darmos melhores condições de inserção deles no mercado de trabalho”, afirmou a gestora durante a aula inaugural, no campus. Ainda participaram do momento Andrezza Moura, representando a Divisão de Extensão do IFPE Caruaru, o coordenador geral do Case Caruaru, Paulo Pinto, e a coordenadora técnica, Thaysa Vila Nova.

Segundo o coordenador de Profissionalização, Esporte, Cultura e Lazer da Funase, Normando Albuquerque, as unidades de Garanhuns e Vitória de Santo Antão já são beneficiadas com essa parceria, e a Funase está cumprindo uma de suas missões, que é a educação. “Esperamos que nossos jovens aproveitem ao máximo o curso, consigam projetar um futuro diferente e rompam barreiras. O fato de um deles chegar para mim, no fim do curso, e dizer que deseja ser aluno regular do IFPE, como aconteceu na turma anterior, é a maior vitória que a gente pode alcançar. Vemos que estamos no caminho certo”, comemorou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário